quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

O DIA EM QUE MATEI MARISA LETÍCIA


Hoje por volta de 1:30hs da manhã recebi de um colega a notícia da morte de uma pessoa, o comunicado era curto e lacônico:”Marisa Letícia morreu” , imediatamente sem procurar
saber toda a notícia resolvi mandar para alguns o trágico acontecimento, talvez tenha sido o meu mais crasso erro, estava muito cansado resolvi dormir um pouco, pois ao acordar iria saber os pormenores do fato.
A notícia que se tinha era da internação da esposa do Lula às pressas para tratamento de um AVC, estava em estado grave.
Mas esqueci um pequeno detalhe, o nome Marisa Letícia não é exclusividade da senhora citada, pois nada dizia além a falsa notícia, talvez por isso tenha sido induzido ao erro.
Não divulguei a notícia com maldade ou comemorando a morte de uma pessoa que sequer conheço, a não ser de noticiários, pois a mim a morte de qualquer pessoa me entristece, fico imaginando a dor da família e de pessoas ligadas a ela.
Mas fico pasmo em ver, pessoas fazendo piadas torpes com o caso, algumas chegam a ser totalmente sem nexo e grosseiras, como toda idiotice colocada na web.
Parece que se perdeu totalmente o senso de fraternidade e humanidade entre as pessoas, pois podemos até não gostar de determinadas pessoas, mas não podemos de maneira alguma utilizar a dor da perda de um ente querido para tripudiar.

Espero sinceramente que a senhora Marisa Letícia tenha um pronto restabelecimento, para alegria de todos os seus.