terça-feira, 22 de outubro de 2019

ILEGAL E IMORAL

Bem ali, um pouco abaixo da linha férrea, aos poucos um loteamento está tomando corpo, lotes demarcados, corretores disfarçados e assustados, isso porque dizem que é tudo legal pois o padrinho é forte e está tudo dominado. É difícil de acreditar, parece piada mas não é, acreditem é a verdade nua e crua.




quinta-feira, 17 de outubro de 2019

GAMBIARRAS DE MONTÃO

Um calor de lascar, bate uma falta de ânimo até pra ir ao boteco tomar uma gelada, mas assim mesmo fui ao encontro do Caixa Preta, pois o meu amigo tinha alguma coisa pra me contar, parecia ser algo grave, quando o encontrei o cabra estava mais sério que cachorro vira- lata na frente da máquina de assar frango.




segunda-feira, 14 de outubro de 2019

DANOSAS ADAPTAÇÕES

Por mais que tente não consigo entender a lógica de determinadas pessoas. Num primeiro momento dizem querer apenas o que é certo e de lei, em outro apoiam as irregularidades que vem sendo implantadas na cidade sem sofrer qualquer questionamento de quem quer que seja.




sexta-feira, 11 de outubro de 2019

GUERRA SANTA

Segundo o Caixa Preta parece que está pintando aqui no Guará a turma dos sem banheiros, mas falar nesse assunto por aqui vai deixar alguns melindrados, fazendo biquinho de ofendidos, pois tudo que tem banheiro no meio aqui no Guará, cheira muito mal, ou seja, fede pra cacete.



terça-feira, 8 de outubro de 2019

CORRUPÇÃO

Quando o assunto é corrupção todo mundo já tem um culpado na ponta da língua, os políticos, sim os políticos, que segundo a maioria da nossa mal informada população, são os únicos e verdadeiros culpados pelas nossas mazelas cotidianas.




domingo, 6 de outubro de 2019

O BRINDE

O Caixa Preta não para de me surpreender com as loucuras dele, sentados lá no Porcão ele resolveu contar um sonho que tivera na noite anterior.
Sonhou que estava no boteco e pediu uma pinga, o botequeiro perguntou se era pura ou com limão, ele respondeu que era com limão.



terça-feira, 1 de outubro de 2019

PIONEIROS

Quando escrevo meus artigos, geralmente falo sobre a série de descalabros que parecem só acontecer aqui no Guará, acho que deveria ser essa a postura de todo cidadão para evitar que essa bagunça tome conta do Guará.



segunda-feira, 30 de setembro de 2019

UM GRANDE AVANÇO

O velho Caixa com aquela ironia que lhe é peculiar me contou uma que quase não me contive de tanta alegria:
Um dos maiores anseios do povo brasileiro finalmente foi atendido. Para que isso acontecesse, foi preciso surgir  no cenário nacional uma pessoa iluminada como o nosso presidente.



terça-feira, 24 de setembro de 2019

UM PEDAÇO DA HISTÓRIA DO ROCK NO GUARÁ

Quando nos falaram que existia um museu do rock no Guará, quase não acreditamos. Fomos para casa de Mário Pazcheco, localizada num condomínio na frente do parque Denner. Chegamos na casa, e Mário apareceu de blusa, bermuda e chinelo e com um sorriso no rosto. A casa situa-se num mini latifúndio no Guará, herdado de seu pai nos anos 80,  e a intenção do grupo era conhecer o museu, saber mais sobre o rock. Mas quando nos deparamos com a casa de Mário, percebemos que o museu seria a última coisa que veríamos. Cheia de grafites, pinturas, exposições artísticas e azulejos, a impressão que a casa de Mário passa é de que está viva. Venha passear conosco no Museu do Dez Mil Dias do Rock.


Nosso passeio começou pela parte lateral direita da casa, na churrasqueira. Mário nos mostrou a parede de óculos que ele e seu amigo Julimar montaram. É uma parede diferenciada e divertida, com diversos óculos de personagens da história da música. Como o óculos de Sessé, maior guitarrista de Brasília, segundo seu grande amigo Mário. Outra peça importante dessa coleção é de Rogério Duarte, que criou a capa do movimento tropicalista. O ambiente recebeu um acréscimo especial de Mário: luzes de natal.

  Depois disso, passamos para as impressões artistas nas paredes, o primeiro painel feito por Daide em uma festa que ocorreu na casa, chamada sétimo céu. A pintura é de uma mulher com traços negroides e toda pintada de azul. Ao lado dessa pintura, há um grafite,  como o dono da casa declara, de grafiteiros que resolveram deixar sua arte na casa. Mário afirma que a arte em sua casa, vem para incomodar. Para os nossos olhos, ela nos transmite paz por ser tão diferente.

TERRA DE NINGUÉM

As coisas estranhas realmente só acontecem nos finais de semana aqui no Guará. Aqueles que vivem de aprontar resolvem se ajeitar  para se dar bem ao invés de descansarem ou fazerem algo útil, danam o pau a fazer  puxadinhos (aqueles que jogam o povo para o meio da rua) algo muito popular por aqui.



sexta-feira, 20 de setembro de 2019

REALOCAÇÕES INDECOROSAS

Conversando com o Caixa Preta lá no Porcão enquanto a cerveja não chegava a nossa mesa, pois o Galak pra deixar o velho Caixa nervoso demora de propósito.




terça-feira, 17 de setembro de 2019

DESABRIGADOS E ISOLADOS

Sem pensar nos benefícios aos frequentadores do Centro de Convivência do Idoso - CCI o governo volta a ameaçar o espaço com a famigerada PPP do Cave, uma manobra que foi abortada na gestão passada, por estar eivada de irregularidades.



segunda-feira, 16 de setembro de 2019

LE COQ AU VIN

Estou aqui sentado me preparando para escrever o artigo semanal, olho para garrafa de vinho barato($17855,54) preço da garrafa de La Romanée Gran Cru, safra 2011,está quase pela metade, mas jurei ao Caixa Preta que não tomaria o restante, aderindo ao boicote aos produtos franceses.



quinta-feira, 12 de setembro de 2019

MISERÊ

Meu Deus, que país é esse em que vivemos? Custo a acreditar no que está acontecendo,  um pobre procurador de Justiça de Minas Gerais clama aos quatro ventos a injustiça por qual está passando e sofrendo, com um salário miserê de apenas R$ 35.462,22,  Isso sem contar benefícios como o auxílio-alimentação e plano de saúde, é de cortar o coração. 



sexta-feira, 6 de setembro de 2019

IRMÃO,AMIGO E CAMARADA

Nessa semana o Guará ficou mais pobre e triste, principalmente os que tiveram a honra e o prazer do convívio com o nosso valoroso amigo e companheiro de lutas por essa cidade que tanto amamos, o grande cidadão Sidrônio.



terça-feira, 3 de setembro de 2019

A FEIRA

Estava sentado em frente ao computador quando de repente o telefone toca, já dá pra adivinhar que era o Caixa Preta marcando uma reunião de emergência quase secreta no nosso escritório, o amado Porcão.