quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

CARNAVAL,DOMINÓ E TATUAGENS









Segunda-Feira de Carnaval eu e o Caixa Preta resolvemos desfilar no calçadão enquanto íamos observando o Guará, parece uma cidade abandonada, muito buraco, sujeira, pequenas invasões de áreas públicas por toda a cidade, vê-se a volta com força total do Meu Quiosque, Minha Vida, coisas que passaram a fazer parte do cotidiano da cidade.
Chegamos ali na QE-32/34,uma turma animada jogava dominó onde Leda, a Lenda do Dominó que recebeu esse apelido por dizer que sabe jogar dominó, mas o pessoal acredita que é uma lenda urbana.
Toda contente mostrava a tatuagem de uma borboleta na perna, pra mim pareceu um urubu, ela explicou que era pra combinar com a tatuagem do namorado, que diz ter um dragão tatuado no lombo, mas segundo dizem é a figura do jacaré da Lacoste.
No local podemos ver a prova cabal do descaso por qual passa o Guará atualmente, pois bem próximo a parada de ônibus, a Novacap resolveu podar as árvores para que com a temporada de chuvas não caíssem sobre o abrigo, até aí tudo bem.
Acontece que isso já faz um mês e até agora, nada de limpar ou refazer a calçada que foi seriamente danificada, continua do mesmo jeito, o tronco enorme que acabou com parte da calçada continua lá, perturbando a passagem de quem transita por ali.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

UM MECENAS ÀS AVESSAS




A população do Guará a muito não me surpreendia, mas durante a semana os grupos de whasApp provaram que talvez consiga salvar-se dessa onda de incompetência e descaso que aportou por aqui, desde então entramos na rota do atraso, estamos sem horizonte.
Em nada se avança para melhoria da cidade, o freio de mão está puxado, pois os pseudos donos ou padrinhos como gostam de serem chamados, continuam pouco se lixando sobre os descalabros que constantemente nos deparamos.
Na maior cara de pau, querendo dar uma de poder executivo, mas achando que todos os trouxas da cidade fossem engolir um amontoado de mentiras soltos nas redes sociais e devidamente replicados por adoradores e puxas sacos de plantão.
Sabendo que a doação do Salão de Múltiplas Funções para destinação de uso por parte da Secretária de Educação, tirando de vez o uso para os eventos promovidos pela população, querendo fazer o papel de executivo, foi alertado que não tinha competência para tal, mas resolveu tirar proveito do fato, aproveitando os grupos sociais da cidade, usando mídia para tentar consolidar ou fazer um trampolim eleitoral de sua carreira política que já mostra sinais preocupantes de desgaste.
Como um grande mecenas soltou um comunicado para a população do Guará querendo se desculpar pelo fiasco aprontado, quando mais uma vez afrontou o contribuinte que já anda meio cansado de ver o amontoado de mentiras propagadas com tanta falta de respeito, querendo talvez testar a nossa inteligência.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

O SUSTO




Quando encontro com meu amigo Caixa Preta ele sempre tem um caso maluco para contar, não deixa nada passar batido.
Com o semblante sério, disse que estava muito preocupado comigo, perguntei logo o porque de tal preocupação. 
Muito sério, disse que o Belo tinha sido preso, imagina eu feio como sou, devia evitar andar na rua, o cara é sacana.
O cabra estava inspirado, resolveu contar o que aconteceu com o pai dele quando foi vacinado semana passada.
Disse que o velho estava todo contente ao saber que iria ser vacinado, foi ao Posto de Saúde próximo de casa, tomou a vacina e voltou imediatamente pra casa, pois está cumprindo rigorosamente o protocolo, com ele o isolamento é total mesmo.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

TRISTE PAISAGEM










Com o meu amigo Caixa Preta resolvi dar um rolê pelo Guará, aproveitei para tirar algumas fotos, gosto de documentar o que vejo por aí, principalmente os descalabros.
O velho Caixa estava irritado com a nova moda lançada aqui pelas empresas de telefonia e TV a cabo, onde os cabos na posteação, grandes buracos nos gramados, calçadas, asfalto estão deixando a cidade com cara de favelão no morro, onde a gataiada predomina.
Realmente não está nada bom, tive que concordar com o cabra, pois por onde passamos vimos os estragos deixados por essa turma.
Um monte de buracos sem tampa, gramados não refeitos, calçadas quebradas e não refeitas, um festival de irregularidades.
Tudo isso pode-se colocar na conta da falta de fiscalização e descaso por qual passa hoje o Guará.
De vez em quando costumo dizer que o Guará passou a ser terra de ninguém, cada um faz como quer e entende, sem sofrer qualquer tipo de questionamento ou fiscalização pelos responsáveis por tal, não estou contra as empresas que prestam tais serviços, mas tudo tem normas, regras o que não parece no caso. 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

BOA NOITE CINDERELA




Mais uma vez o Guará recebe uma facada nas costas por parte de pessoas que deveriam cuidar da cidade, no sentido de torná-la uma região administrativa preparada para oferecer uma qualidade melhor de vida a toda sua população.
Mas diante dos fatos que agora temos diante de nós, talvez seja um dos golpes mais manjados que frequentemente é aplicado pela malandragem em cima dos espertos, no caso a população, que foi facilmente iludida pelos falsos donos e padrinhos da cidade.
No linguajar dessa turma, tomou o maior Boa Noite Cinderela, desde a sua criação, onde falsas promessas, mentiras com direito a defesa ferrenha de alguns puxas sacos de plantão, coisa que não falta por aqui, se alguém tem dúvida, basta dar uma olhada nas redes sociais, principalmente nos grupos de WhatsApp da cidade, dá nojo.
O que causa estranheza,é que o Guará sempre foi conhecida como uma região de pessoas esclarecidas e politizadas.
Só agora entendi bem o sentido de politizada, uma cidade onde uma grande maioria de aproveitadores de plantão, aproveitam para bajular em vez de cobrar desses políticos que se julgam muito espertos, sempre terminam querendo criar raízes por aqui, com aquele velho papo, que não nasceram por aqui, mas o amor não conhece barreiras, assim que aportaram, sentiram que essa população era fácil de enganar e estava esperando sempre por um salvador da pátria.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

TRAPALHADAS A GRANEL




Lembro muito bem, em 1918 fui convidado para ir a uma sabatina, onde o sabatinado seria o grande mentecapto cuja passagem pelo  exército não deixou boas lembranças.
No exército onde nunca passou de capitão, por pura incapacidade de conseguir galgar qualquer posto, ainda acho que ele foi muito além, apesar da pouca capacidade.
Com uma ambição desmedida, achando-se superior a tudo e todos, sempre querendo aparecer sobre os demais, mas com total incapacidade para tal, pois não sabia juntar lé com cré, segundo seus superiores à época.
Sempre querendo aparecer e se dar bem, mas com seu jeitão boçal de ser que apelidei fazendo trocadilho com o nome dele : Boçalnato.
Um fracassado nato, nunca conseguiu o intento, conseguindo apenas ser julgado pelo STM apressando com isso a sua saída do exército, pois o golpe que ele quis aplicar foi descoberto pela PF, que reconheceu a sua culpabilidade na malfadada intenção de colocar uma bomba na Adutora do Guandú no Rio de Janeiro.
Esse indivíduo ainda vem falar de terrorismo, onde ele usando a farda como escudo quis fazer suas merdas por lá mesmo, colocando os próprios companheiros em risco.
Depois de ser colocado na reserva pelo exército, com um discurso sem nexo e sem projetos conseguiu entrar na política onde está a 28 anos, apresentou apenas 2 projetos, passou por 9 partidos.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

BOQUINHAS




Parece que tudo está se repetindo quando a terra foi atingida por um asteroide a 65 milhões de anos atrás, tudo foi destruído, nada restou, destruiu os dinossauros e tudo que por aqui habitava.
Dizem que tudo no mundo acontece em ciclos, com a chegada dessa maldita pandemia com toda essa carga de desinformação que a acompanha, tudo parece ter virado de cabeça pra baixo.
Segundo o meu amigo Caixa Preta tudo está se repetindo, o Guará parece ser o epicentro de todo o tipo de desgraça nas mãos desses politiqueiros de plantão, o atraso caminha a passos largos, sempre pra trás como é de praxe.
Não pode-se crer que o que hoje acontece por aqui seja obra do acaso, tudo que é feito sempre visam a perpetuação da incompetência e da mesmice que sempre fez parte do nosso cotidiano.
Uma pena, as coisas poderiam ser melhores, mas preferimos nos apegar com as mentiras propagadas aos quatro ventos pelos fiéis arautos das boquinhas e das safadezas políticas que tomam conta da nossa cidade.
Nos grupos de WhatsApp da cidade nada se discute realmente em prol das melhorias do Guará, apenas abobrinhas tentando de todas as maneiras encobrir as mazelas por aqui reinantes.
Invasões, aumento de quiosques, moradores de rua, puxadinhos, a falta de calçadas e acessibilidade tudo isso parece não incomodar muito os moradores.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

TERRA DE NINGUÉM




Terminei de almoçar, resolvi dar uma volta pela cidade pra ver até onde anda o estado de abandono e descaso que toma conta do Guará.
Minhas mal acostumadas pernas parecem sempre me guiar até onde os descalabros estão, o calor estava de rachar apesar da ameaça de chuva, o suor escorre, vou até a QE-30.
O meu amigo Caixa preta já me esperava com as novidades, coisa que ultimamente não falta por aqui, principalmente ali na parte de baixo, onde as invasões acontecem com uma velocidade impressionante, acontece de tudo, menos algo de bom.
A cara do velho Caixa não deixava dúvidas sobre os absurdos que ocorrem no Guará, pois responsáveis pela cidade continuam entocados em casa ou gabinetes, fazendo de conta que tudo está as mil maravilhas.
Não está não, continuam tratando a população como se fossem todos um bando de apalermados, satisfeitos com tanta incompetência e descaso que parecem estar sempre crescendo cada dia.
Mas o Caixa Preta já matou a charada, quando a população começa a esboçar algum tipo de reclamação, as mentiras logo aparecem com um bando de puxas sacos a postos, para defender a mentiraiada que todo dia é publicada nas redes sociais por essa turma.

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

NÃO ACREDITE EM CONTO DE FARDAS




Começou a vacinação no Brasil logo após a liberação da Anvisa, mas a ação inicial não partiu do governo federal, foi estartada no Estado de São Paulo.
Pronto, bastou isso para ser deflagada uma das mais imbecis batalhas que se tem notícia no mundo moderno.
O país passando por uma grave crise na área de saúde com essa maldita pandemia, aliado a isso uma desorganização, partindo de quem tinha obrigação de coordenar todas ações para minorar o sofrimento do povo.
Um povo que já sofre na pele uma grave crise econômica, agravada pelo desemprego crescente, falta de investimento em diversas áreas, com a fome já instalada em diversos lares brasileiros.
Muitos são os motivos para não isentar as alas militares entranhadas no desastre que esse é esse governo. 
O caso mais emblemáticos na desmistificação da suposta aura de competência política, intelectual e administrativa dos militares,é a manutenção desse Ministro da Saúde, que se recusa a ir pra reserva, mantendo-se no cargo, criando uma estranha mistura entre as forças armadas e o poder executivo.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

PROPAGANDA ENGANOSA




Agora estamos de volta ao batente, convidei o meu amigo Caixa Preta pra dar uma volta pelo Guará,íamos procurar as novidades,principalmente os tão alardeados investimentos em melhoria na cidade.
A verdade o que me pareceu foi que voltamos no tempo ou nem saímos de 2020,o Guará continua abandonado ao Deus dará,muita propaganda política e nenhuma ação visando melhorar o nosso quadrado.
Mas o velho Caixa logo me lembrou uma coisa,que desde o ano passado nos chama a atenção,mostra muito do abandono administrativo que se abate na nossa região,um acinte que nenhum morador decente aceita mais,cada dia leva-se mais uma bordoada desses pseudos donos que aportaram por aqui,trazendo no bojo todo atraso com uma politicalha de dar ânsia de vômito na barriga da perna,o contribuinte continua sendo chamado de trouxa cada vez mais,muitos ainda batem palmas pois vivem de bajular essa turma.
As invasões avançam numa velocidade nunca vista,sem que ninguém mova uma palha pra diminuir essa falta de vergonha que reina hoje por aqui.

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

RECONSTRUÇÃO




Está na hora, apesar do atraso natural de sempre, parar de se agarrar aos mitos e milicos como se na verdade fossem os únicos guardiões, das verdades e da moral no nosso país.
O que precisamos fazer é simplesmente devolver os militares aos quartéis e as suas funções constitucionais, coisa que eles julgando-se superiores a tudo e a todos, não aceitam de bom grado, acham-se iluminados.
O povo tem  que ter a consciência, que lugar de militar é nos quartéis e não atrás de mesa de qualquer tipo de administração pública, coisa para a qual eles não demostram a menor capacidade, pois estão longe dos regimentos internos das forças, detestando de sobremaneira a Constituição que ofereça um tratamento igualitário entre os cidadãos de uma nação, principalmente a nossa, sentem-se os donos de corações e mentes do povo, coisa que estão longe de serem.
A nação precisa acordar, assumir com coragem e determinação, passa a construir com responsabilidade, mesmo com defeitos, um novo país que tenha a sua cara, pois nós temos  grandes virtudes ainda que não reconhecidas.

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

DEPOIS DAS FESTAS




Um ano pra esquecer,foi assim que o meu amigo Caixa Preta iniciou a nossa primeira conferência do ano,notei alguma tristeza na voz do velho amigo,devo confessar que também não estava muito alegre.
Realmente o ano não foi dos melhores,a não ser o fato de estarmos com saúde juntos aos nossos,mas durante o ano a preocupação era uma constante para nos mantermos fortes e ativos,não deixando de modo algum que essa pandemia nos abatesse,a ponto de deixar de lado a nossa preocupação com a nossa cidade,que amamos,defendemos com unhas e dentes,sobretudo os nossos amigos, companheiros de luta por melhorias em nosso quadrado.
Algumas perdas foram inevitáveis,foram doloridas,mas nada disso nos desanimou,estamos com todo o gás,agora vamos esperar a chegada da vacina que parece estar de rosca pra chegar por aqui,graças as trapalhadas e as imbecilidades tão comum nesses asnos que dirigem  hoje a nação.
O longo confinamento,a distância dos amigos,os papos sobre tudo ou as vezes sobre nada,as viagens planejadas e não executadas,ficaram apenas nos sonhos que esperamos tornar realidade,tudo isso está fazendo uma falta que vocês não imaginam.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

ESPERANDO NA JANELA




Estamos chegando ao final de mais um ano e o governo do DF não engatou a primeira marcha até agora, mas parece que engatou a ré ou está com o freio de mão puxado.
Com essa maldita pandemia, então foi que a coisa não engrenou mesmo, por causa das mentiras e falsas promessas durante a campanha eleitoral, agora se vê sem rumo ou qualquer solução a curto prazo.
O DF sangra com tanta incompetência, encontra-se numa vexatória situação, num verdadeiro caos, tendo que inventar mil e hum motivos sem pés nem cabeça ou as já manjadas piedosas mentiras para manter a legião de puxas sacos ocupados com a divulgação e defesa.
Não esquecendo que nesse mês começam as festas, muita coisa vai continuar ficando pra trás ou serão jogadas pra baixo do tapete, o contribuinte que se lasque. 
Enquanto isso o nosso deslumbrado governador, junta-se a um grupo de inúteis, entre eles o rotundo ministro da saúde, dançam e cantam forró a noite toda, como se o DF fosse um verdadeiro oásis no meio desse deserto de coisas ruins que assolam a nossa população.

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

ECOLOGICAMENTE INCORRETO






Na semana que passou a animação foi grande para os parques  aqui no Guará, numa boa iniciativa um grupo se reuniu para plantar algumas mudas nos parques da cidade, foi uma festa, onde todo mundo pode mostrar o grande e fingido amor que tem pela natureza, mas aproveitando a onda, apareceram os políticos pra tirar fotos com apoiadores e puxas sacos de plantão, onde não tiveram nem o trabalho de cavar um buraco para plantar uma muda, já encontraram o buraco devidamente cavado, colocaram as luvas para não sujar as unhas, tiraram as fotos para divulgação e abraços. 
Foi emocionante ver tanta falsidade, os sorrisos sempre vislumbrando a campanha eleitoral que se aproxima, alguns aproveitando carona, para quem sabe ser lembrado pra uma boquinha no próximo mandato ou tentar carreira solo. 
Na segunda feira o show de horrores continuou, dessa vez no Parque Ezechias Heringer, o Parque do Guará, que está passando por uma séria degradação e poucos ou ninguém tocam no assunto, que chama a atenção e é sério.
Se não acabarem com esse cretino clima de oba, oba logo teremos que lamentar a extinção desse oásis ecológico que continua resistindo aos ataques gananciosos da especulação imobiliária, apoiada por gente que devia zelar pela preservação desse verdadeiro santuário aqui no Guará.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

ESTAMOS PREPARADOS PRA 2021 ?




Parece que entra ano e sai ano, as mesmas coisas e problemas continuam acontecendo, como o mundo não acabou apesar dessa maldita pandemia, o Ano Novo está aí, todo mundo querendo um peru, muita gente se esquivando mas o governo insiste em nos dar todos os dias, nem nos festejos de final de ano a gente escapa. Basta olhar  a enxurrada de impostos na caixa de correios.
Ainda chega o Caixa me perguntando do alto de sua sabedoria uma coisa que não tive como responder: Tu já viu um Chester vivo ?

Mas pra começar o ano, me lembrei da letra dessa música muito atual :

PERFEIÇÃO

Vamos celebrar a estupidez humana

A estupidez de todas as nações

O meu país e sua corja de assassinos

Covardes, estupradores e ladrões

Vamos celebrar a estupidez do povo

Nossa polícia e televisão

Vamos celebrar nosso governo

E nosso Estado, que não é nação

Celebrar a juventude sem escola

As crianças mortas

Celebrar nossa desunião

Vamos celebrar Eros e Thanatos

Persephone e Hades

Vamos celebrar nossa tristeza

Vamos celebrar nossa vaidade


Vamos comemorar como idiotas

A cada fevereiro e feriado

Todos os mortos nas estradas

Os mortos por falta de hospitais

Vamos celebrar nossa justiça

A ganância e a difamação

Vamos celebrar os preconceitos

O voto dos analfabetos

Comemorar a água podre

E todos os impostos

Queimadas, mentiras e sequestros

Nosso castelo de cartas marcadas

O trabalho escravo

Nosso pequeno universo

Toda hipocrisia e toda a afetação

Todo roubo e toda a indiferença

Vamos celebrar epidemias

É a festa da torcida campeã


Vamos celebrar a fome

Não ter a quem ouvir

Não se ter a quem amar

Vamos alimentar o que é maldade

Vamos machucar um coração

Vamos celebrar nossa bandeira

Nosso passado de absurdos gloriosos

Tudo o que é gratuito e feio

Tudo que é normal

Vamos cantar juntos o Hino Nacional

(A lágrima é verdadeira)

Vamos celebrar nossa saudade

E comemorar a nossa solidão.