terça-feira, 2 de outubro de 2018

LIVRANDO O RABO

Caladinho candidato a deputado federal dono de uma legenda, velha raposa política do DF fica na dele esperando que a amnésia ataque o eleitor, esquecendo das falcatruas que hoje ele responde na justiça, já tendo até sido hóspede da PF onde passou algum tempo.



Na cara de pau está tentando um mandato para conseguir livrar o rabo de uma condenação que com toda certeza acabará por acontecer, levando a tiracolo tal qual ao outro a nora.
O cabra conta com o perdão do eleitorado pra continuar aprontando aqui no DF, pra isso colocou como candidato( parece que envolve grana), conhecido advogado parece um santo de tão impoluto(procurem conhecer a figura), com dinheiro e fome de poder, pois sendo morador do DF nunca se apresentou como um defensor de causa nenhuma pro DF, mas quer aproveitar essa onda de amor que o atacou para junto com a turma que o acompanha tentar pegar a chave do cofre.
Para avivar a fraca memória de eleitores atacados pela amnésia sempre presente quando o assunto é sério, vamos relembrar as aventuras de Filipelli no mundo das mutretas, lembraremos uma bem recente.
A 12ª Vara da Justiça Federal transformou em réus todos os envolvidos na Operação Panatenaico, dentre eles esse santo candidato(Dep. Federal), que apoia outro santo que por acaso é candidato ao governo do DF.
Todos responderão por organização criminosa, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, fraudes em licitações diversas.
Para deixar bem claro, só na reforma do Estádio Mané Garrincha, orçado inicialmente em  600 Milhões, gastaram a bagatela de 1,6 Bilhão, com isso os cofres públicos foram tungados em 900 milhões, só ele e o grupo teriam embolsado 16,6 milhões segundo delações do pessoal da Andrade Gutierrez e Odbrecht, sendo então preso pela PF, passando algum tempo em cana, sendo solto por força de liminar.
Agora está desesperado para conseguir o escudo da imunidade para não  ter que voltar pra cela,nem que para isso tenha que comprar e enganar o próprio diabo.