segunda-feira, 15 de outubro de 2018

SINCERICÍDIO

Gosto de ouvir os casos que o meu amigo Caixa Preta conta sobre política e principalmente políticos, parece até piada, mas realmente aconteceram.



Quando chega época de eleições os caras se soltam, danam o pau a mentir e prometer, prometem até o impossível, tudo na maior cara de pau, aproveitando-se do fato da população sofrer  de amnésia quando se trata de eleições.
É preciso muito Óleo de Peroba para esses que aparecem risonhos, cheios de amor pra dar, muitos não conhecem nem o lugar que visitam, mas garantem que o lugar já mora no seu coração, principalmente pela quantidade de otários que acreditam cegamente nas palavras da hiena sorridente.
Todos esquecem os males que afetam a cidade e o Distrito Federal, deixando a impressão que o sonho de Dom Bosco não passou de um terrível pesadelo que foi mal interpretado.
Para ilustrar bem o que o velho Caixa fala, lembrei de um caso que ele jura ser verdade e conta na maior seriedade.
Outro dia um desses um candidato estava visitando uma comunidade carente, sem recursos, meio esquecida pelo poder público. Em cima de um carro de som ele dava um show querendo agradar à população local gritava para uma multidão de dez eleitores, perguntando:
- Vocês tem asfalto? A multidão enlouquecida respondia : NÃO!!!
-Vocês tem luz? Tem hospital por aqui?
Sempre tendo não como resposta, o candidato muito entusiasmado, num arroubo de sinceridade arrematou : 
- Por que vocês não mudam dessa merda e vão morar noutro lugar ???
Ri, mesmo sendo trágico.