domingo, 8 de maio de 2016

É DOSE

Ocupar área pública no Guará parece não ser mau negócio,basta ver a tranquilidade com que os caras de pau fazem isso por aqui.
Ninguém se preocupa com nada,tudo dominado e favorável como dizem por aí,ocupam muitas vezes apenas por ocupar como é o caso de um “quioscão” que foi construído na encolha apenas para defender a ocupação,pois até hoje não se sabe como será a utilização do tal espaço público.
Muito bem localizado fica próximo ao terminal que será reinaugurado depois da reforma,talvez, no centenário do Guará,quem sabe o mesmo sentimento tenha o feliz ocupante de área pública e na manha está esperando por dias melhores,o monstrengo está pronto mas permanece fechado já que o espaço está garantido com a conivência de alguém.
Com quase 200 mts de área construída,bem ali no Guará I, a ocupação é rentável,pois a qualquer hora poderá ser repassado a um terceiro e assim por diante,o prejuízo é só para o Guará e claro os moradores que pagam seus impostos,mas nunca são respeitados como devem e merecem.

Se o Guará não acordar, vai ficar cada dia mais difícil de aguentar.