segunda-feira, 16 de maio de 2016

AMORES MALDITOS




Um revoltado Caixa Preta me encontrou e para não perder tempo foi logo desfiando uma série de impropérios,o cabra babava pelos cantos da boca,confesso que fiquei com medo,se vacina contra gripe já está faltando imagina a antirrábica,apenas escutei.
Falava ele das comemorações de aniversário do Guará,que de cara achou meio fraca pois segundo ele apesar da idade o velho Lobo tem que ser respeitado e merece coisa melhor,tive que concordar.
O Guará com um monte de problemas e o que vemos é o povo aceitando,pintura de meio fio,limpeza de praças(algumas),poda de árvores como benfeitorias que estão sendo implantadas.
Parece algo surreal,pois para mim isso é manutenção,coisa que é obrigação e não um brinde ou pacote de bondades,mas para o pessoal do ôba,ôba caiu do céu,pois adoram elogiar quando tudo é festa.
Tem gaiato que beirando os setenta, juram que nasceram por aqui,como nenhum é descendente de índios fica difícil acreditar em tal mentira que os caras de pau teimam em afirmar.
As declarações de amor são intensas,algumas parecem até verdadeiras outras estão claramente embutidas de cunho apenas político,quem sabe para uma futura eleição.
Dá dó!