domingo, 8 de novembro de 2015

PORTABILIDADE

Depois da inauguração do novo point dos lisos e quebrados aqui no Guará, muita gente está abandonando o “Porcão” para curtir o “Mil e Uma Moscas”,o que diga-se de passagem o Caixa Preta acha uma grande sacanagem, ninguém abandona um boteco de responsa como o “Porcão”.


Parece que agora os adoradores da manguaça só querem saber desse novo ponto de encontro, mas o Caixa Preta disse que não abandona o velho “Porcão” nem se inventarem portabilidade para quiosques e botecos.
Portabilidade para esses estabelecimentos, consiste em ficar com as contas penduradas e atrasadas do pessoal do mel cruel, o que iria revolucionar o comércio de biritas na cidade.
Mas lá no “Mil e Uma Moscas” o que está atraindo a galera além da “pindura” , são as duas garçonetes, que apesar de bem conservadas parece que serviram a Santa Ceia.
São duas figuras pra lá de interessantes, uma baixinha entroncadinha parecendo um estivador aposentado, fala arrastada(forte sotaque paraibano), cabelo pintado que ninguém consegue identificar a cor, que o pessoal logo batizou de Capitu, numa homenagem ao capeta, pois quando olham pra ela logo pensam: - Capeta é tú?
A outra magra, alta, parece um Louva Deus, com poucos dentes na boca, só vive rindo,o pessoal também já batizou de Olivia, uma homenagem a noiva do Popeye.
Com isso a galera pira!!!