terça-feira, 3 de novembro de 2015

NOJO

O Caixa Preta estava mais uma vez indignado, com um mau humor de lascar acho que o nobre Caixa tem razão, pois senti o mesmo em relação a certas figuraças que habitam o nosso povoado, um que já é ridículo por natureza basta olhar para identificar tal figura.



Vive sempre atrás de umas bolas para acariciar, não pode ver um politico que cai de joelhos sempre com a mão pronta para acariciar as bolas que aparecerem.
Demonstrando sempre claros sinais de aleijo moral pois como diz o velho Caixa, não vale o que o gato enterra, falta de caráter chegou ali fez morada e não desocupa mais.
O papo não saía da minha cabeça, pois o Guerrilheiro do Cerrado estava muito irritado não queria deixar passar batido, e sentou a pua sem dó nem piedade nessa “tchurma”, mesmo correndo o risco de ter que descer muito para chegar ao nível dessa escória humana.
Segundo o Caixa Preta o índice de safadeza humana vai desde a feiura congênita até a deformação moral de quem nada tem, não se fala aqui em bens materiais mas valores morais que parecem não fazer parte da vida de certos habitantes desse planeta.
Pessoalzinho rasteiro, vivem a chafurdar na lama que é o seu habitat natural, invejando e sentindo essa dor de cotovelo que ataca os incompetentes e covardes, a escória humana, o chorume da raça com o preço variando de 0,75 centavos até 2,99.
Pobres idiotas, nada tem para acrescentar por mais que se esforcem ficarão sempre à margem de tudo que é decente.
O velho Caixa estava azedo, mas tive que concordar.
Dá nojo!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário