sábado, 3 de novembro de 2018

CHORADEIRA

Depois da ressaca das eleições aqui no DF, devagarzinho vamos tentando voltar à normalidade, apesar de termos ainda de enfrentar um 2º turno das eleições para governador e presidente, numa polarização jamais vista por aqui.



Quase não dá mais pra aguentar a choradeira de candidatos derrotados, muitos deles jurando até abandonar a política, mas nas próximas eleições estarão por ai tentando enganar os eleitores novamente.
Dignos de pena, prometem e mentem que o rabo nem sente, promessas que vai desde a regularização de loteamento irregular até cerveja digna, bem gelada e na sombra, essa promessa deixou o velho Caixa baqueado.
Isso sem contar com aquele velho conhecido, que na eleição passada ficou conhecido  pela quantidade pífia de votos, voltou como um grande herói das megas  proezas (trapalhadas), querendo até fazer crer que era o responsável pela criação do Guará, apesar de nunca ter feito nada pra cidade. 
O pessoal anda dizendo que nem ele próprio votou nele, pois na hora de votar ele ficou desconfiado do candidato e votou noutro.
São esses e outros casos que já passaram a fazer parte do acervo de piadas da nossa bem humorada população que não perde uma boa piada por nada, afinal esse é o país da piada pronta.
Agora resta aos coitados, ficarem procurando desesperadamente uma boquinha, nem que seja de office boy no próximo governo, seja ele qual for, pois o importante é ficar agarrado no saco de algum político, pois nada sabem fazer.
Com isso o Caixa Preta vai passar quatro anos sorrindo.