quarta-feira, 13 de julho de 2016

CELULARES




Encontrei o Caixa Preta todo agasalhado, parecia até que toda a neve do Alasca estava para cair por essas bandas. Pensei até estar vendo um ET...o cabra dava medo com aquela indumentária de enfrentar a nevasca do fim do mundo. Me pareceu meio desanimado, acho que era por causa do frio que não o deixava tomar aquela cerveja gelada lá no Porcão. Perguntei então qual seria a história boa da semana, resolveu então contar uma da infância dele, a mãe do Caixa estava muito atarefada e pediu para ele avisar ao pai que a janta estava pronta. - E aí filho? Conseguiu falar com seu pai?
-Já liguei 3 vezes, sempre quem atende é uma mulher...
A véia ficou uma arara! Mal o pai apareceu na porta de casa, recebeu umas vassouradas e gritos que chamou a atenção da vizinhança toda,que logo se aglomerou na frente da casa para ver o que se passava.
A mãe do Caixa babando pelos cantos da boca, gritou: -Filho,fala pra todo mundo o que aquela vagabunda falou pra você no telefone.
-Ah mãe,ela disse:”Seu saldo é insuficiente para realizar essa ligação”.
O pobre Caixa ainda tem marcas da surra que levou.