sexta-feira, 1 de junho de 2018

DESCASO CONSTANTE

Como quem vive de sonho é o dono da padaria, vou cair na real e tentar adivinhar o que poderá acontecer daqui pra frente por aqui, que pelo visto promete, mas, como muitos políticos, não cumpre.



Então para sintetizar tudo que sonhei, resolvi dar um rolê pelo Guará, confesso que não me amarrei no pouco que vi. Digo pouco para não dizer nada. Olha que estou apenas citando as ruas e calçadas esburacadas, puxadinhos, quioques abandonados, pequenas invasões em áreas públicas, o calçadão da vergonha, a “ciclonada” (ciclovia que vai do nada a lugar nenhum),parquinhos e Pec’s.
É triste, olhar, ver e sentir de cara o constante descaso com esses importantes aparatos, para a melhoria da qualidade de vida da nossa cidade tão alardeada por aí.
Parece que as paradas de ônibus, calçadas  e praças depois que são entregues ao público, estão proibidas de receberem manutenção ou qualquer tipo de reparos, pois podem deixar o povo mal acostumado e dar a impressão que o bem público por aqui é conservado e bem cuidado.
Não podemos acreditar que falta dinheiro para uma simples manutenção e conservação. O que falta mesmo talvez é vontade para fazer o trivial que parece ser tão difícil a nossos gestores, pois a grande preocupação parece ser outra diferente do que imaginamos para esses locais.
Faz até vergonha a demonstração da total falta de respeito com a cidade e os contribuintes que nela vivem e já estão fartos de serem tratados apenas como enchimento de urnas em época de eleição.
Está passando da hora disso acabar por aqui.