quinta-feira, 20 de setembro de 2018

QUERO VER O OCO !!

O Caixa Preta estava inspirado, com aquele ar professoral, contava as façanhas das figuraças que já pintam como endividados, digo candidatos, muitos com a ficha tão suja que parece poleiro de patos.



Sorrisos mais falsos que nota de três reais, santinhos na mão, uma cambada de puxas sacos sempre a acompanhá-los, muitos na pindaíba fazem carreira solo, pois o dinheiro de campanha vai sempre fortalecer as campanhas dos caciques e o abestado acreditando que ainda tem chance, depois vai ser uma choradeira de lascar, aguardem.
E olha que ainda temos muito chão pela frente, o desanimo ainda não bateu, mas o desespero é visível na cara dos pretensos candidatos.
Você fica sem saber se ri ou se chora. É cada figuraça difícil de aguentar, muito papo mas nada de projetos, apenas aquela vontade louca de arranjar uma boquinha pra se arrumar de vez.
Temos que admirar essa turma pois o que fazem para enganar o eleitor é de tirar o chapéu. Vocês não tem ideia do malabarismo que fazem para se manter em evidência até o dia da disputa.
Vai de beijo em moleques bexiguentos e catarrentos, enterros diversos, cultos, abraços e beijos em velhinhas chatas que vivem com o terço nas mãos (aquelas boazinhas de araque). 
Candidatos tão doces que matam diabéticos só passando por perto.
Isso tudo acrescido de participações em eventos de toda natureza, mesmo não tendo nenhuma simpatia por nenhum deles.
Até terreiro de macumba essa turma frequenta, tomam passes, incorporam os espíritos(de porco), passam a defender causas diversas como, igualdade racial, religiosos e mais um monte de outras causas que estão na moda, principalmente quando defendem as boquinhas.
O velho Caixa solta uma sonora gargalhada e solta um grito imitando Os Raimundos: Quero ver o oco!!!