sexta-feira, 10 de novembro de 2017

O PAU QUE ESTÃO DANDO EM CHICO,NÃO ACERTA EM FRANCISCO

 Como essas coisas prejudicam o Guará, e muito, resolvi cutucar a ferida mais uma vez, pois não é possível que a legislação só valha para alguns, enquanto outros dão uma banana pra população e fazem do jeito que querem e bem entendem.


O Guará parece aqueles reinos que só existem em contos de fadas. A coisa é tão bizarra que ninguém acredita que sejam verdadeiros os casos que aparecem por aqui, acho que nem os irmãos Grimm teriam tamanha imaginação para criar tais casos.
Aquela tendinha inofensiva, onde alguns fiéis se reúnem para orar, cuidada por um pastor, zeloso servo do Senhor, num verdadeiro arroubo de fé(crente na impunidade), viu chegada a hora de aflorar para a comunidade, e se apossou de um terreno em uma área nobre da cidade, com alguns mil metros quadrados. Segundo o próprio pastor, recebeu autorização para isso (até agora ninguém sabe de quem).
Ninguém quer aparecer como pai da tal autorização, mas sabemos que essas autorizações, todas elas, tem nome e endereço de quem as deu, posso garantir que nenhuma caiu do céu ou foi achada no lixo.
Está na hora dos órgãos fiscalizadores agirem, realmente coibindo essa pouca vergonha aqui no Guará, começando por fazer uma devassa na papelada da Administração(se já não tiverem dado sumiço), pois essas coisas estranhas já acontecem a muito tempo, tenham certeza que não começou agora.
Todos escondidos no manto da impunidade, mas andam por aí querendo botar panos quentes na coisa, que já fede mais que o lixão da Estrutural.
Façam um levantamento sério nessas concessões e autorizações que a máscara de muita gente boa cai, vai ser um Deus nos acuda, pois não vai ter espaço dentro de igrejas pra tanta promessa e reza.
As leis terrenas se cumpridas como deve ser, acabarão com futuras mutretas armadas por aqui.
Vamos correr o risco de ser queimados na fogueira santa, mas ao menos aplicaremos as leis terrenas que são as que valem realmente nesses casos.