quinta-feira, 18 de maio de 2017

SILÊNCIO PANELAR

Eu não entendo o silêncio dos paneleiros nem o sumiço das ridículas camisetas amarelas tão em voga a algum tempo atrás, tudo convenientemente guardado.


Como um bando de retardados, foram insuflados por aproveitadores de ocasião, então liderados por ratazanas que vivem escondidas nas sombras, que convencem os incautos cidadãos a saírem as ruas com as bandeiras enroladas no corpo gritando palavras de ordem, achando que dessa forma limpam o Brasil. Na verdade estavam legitimando uma traição contra eles próprios, na crença que dali pra frente tudo estaria tudo dominado, quando na verdade deram mais uma vez o aval para os verdadeiros ladrões incrustados no poder se perpetuassem sem serem incomodados.
Tudo isso já era esperado, pois essa mentira que sempre foi o Brasil cedo ou tarde viria à tona, mas nunca se esperava que fosse nesse verdadeiro mar de lama, onde a moral e a ética era o que, supostamente, sempre prevalecia.
Podemos acreditar em mudanças? Duvido muito, pois a nossa tradição nunca foi de luta, mas de obedecer sem contestar os senhores que até hoje reinam nessa grande senzala.
Covardia ou burrice? Acomodação. O tal jeitinho brasileiro, agora com jeitinho cai como uma bomba diante de nós, que sem ação, como sempre, ficamos.

Mas pra que reclamar? Vamos rezar, a nossa seleção está classificada para a Copa, o BBB foi um sucesso...reclamar pra que? Tudo está dominado!!