quarta-feira, 25 de outubro de 2017

ENQUANTO A LUOS NÃO CHEGA

O Caixa Preta estava uma “arara”, reclamando, e muito de algumas coisas que estão acontecendo ali pela orla do Guará II. O que mais chama a atenção é uma coisa pra lá de ilegal, que parece já ter sido legalizada na marra mesmo antes da aprovação da Lei de Uso e Ocupação de Solo- LUOS, que está sendo chamada de Frankenstein de tanto remendo que tem e certamente vai acabar com o pouco de paz que ainda existe no ordenamento urbanístico.


Alguns moradores que possuem casas com os fundos para a rodovia, estão aos poucos tomando conta da área verde, deixando de fora apenas o calçadão inacabado.
Sorrateiramente já estão abrindo comércios e assemelhados, pois, segundo o velho Caixa, logo teremos cercas no meio da avenida, com o pessoal tendo que pagar pedágio para trafegar por aquelas bandas. Tem muito gaiato aproveitando a pasmaceira de alguns órgãos fiscalizadores e, devagarzinho, vão se apoderando de uma área pública sem que sejam sequer advertidos.
Estacionamentos em finais de semana já estão sacramentados, pois fiscalização não existe, sendo assim, a população que se lasque. Se alguém duvida é só dar uma passadinha por lá para constatar mais essa falta de noção de certos cidadãos que infelizmente teimam em não seguir regras e normas.
A Agefis precisa agir com rigor e acabar com essa farra que parece aumentar tornando a nossa cidade uma coisa desfigurada pois o plano urbanístico não é respeitado.
Pelo jeito fazer cumprir leis não faz parte do manual dos responsáveis pela coisa, vão esperar aumentar para começarem a agir, quer dizer, talvez nunca.
O velho Caixa parecia um leão de tão bravo, quase meto chumbo nele!