terça-feira, 25 de julho de 2017

CRIMES AMBIENTAIS

Quando vejo tanta comoção com a derrubada do famigerado Clube dos Pássaros, fico imaginando se isso é real ou alguma piada de gosto duvidoso.


Esse apêndice colocado dentro de uma reserva biológica, crescia assustadoramente de forma irregular, parecia um hotel fazenda onde o meio ambiente era o que menos
interessava, mas até que enfim foi desativado e a área devolvida à reserva, de onde foi criminosamente retirada.
Curiosamente o local abrigava criadores de pássaros, uma verdadeira aberração dentro da Reserva Biológica, que gradativamente, estava sendo destruída pela falta de observação de leis ambientais que existem, mas nunca são obedecidas nem por parte da população e nem por autoridades responsáveis pela preservação da área. Finalmente acordaram para pôr um fim nesse escandaloso crime ambiental.
Além desse crime ambiental o que se vê, são invasões diversas, depredações, construções irregulares, muito lixo e o descaso, resultado da ambição desmedida de pessoas preocupadas apenas com projetos pessoais. Tudo isso contribuía para a destruição de uma área que é uma verdadeira benção da natureza para a nossa cidade.
É preciso que a população Guará acorde para o grave problema que teremos com o meio ambiente e a qualidade de vida já tão comprometidas pela especulação imobiliária e desmandos diversos, faça valer os seus direitos legítimos e exija o cumprimento das leis ambientais por parte das autoridades.
Vamos defender o Parque Ezechias Heringer e a REBIO – Reserva Biológica do Guará com unhas e dentes, se for o caso iremos pras ruas protestar contra mais esse crime contra o Guará.