quarta-feira, 17 de agosto de 2016

ABRIGO DE VAGABUNDOS




Passei hoje por uma antiga casa de força da CEB abandonada aqui entre a QE-30 e QI-31,servindo apenas de abrigo a vagabundos e assemelhados ou quem sabe no futuro, um “quioscão” daqueles que brotam do nada por aqui.
Ali está virando uma pocilga, sem que ninguém se mexa para resolver o problema, pois o lixo, com dejetos podres já começa a incomodar os moradores. Além disso a escuridão que por ali reina durante a noite, torna o lugar um chamariz para coisas outras.
Custei a acreditar que tal coisa estivesse ali encravada, tornando o lugar arriscado, deixando o pessoal da redondeza exposto ao perigo de assaltos e assédio de usuários de drogas, além de usarem o imóvel como banheiro público e esconderijo.
Em volta o que se vê é um amontoado de serviços mal feitos, calçadas quebradas, além do asfalto do estacionamento incompleto, talvez esperando pelas eleições para servir como moeda de troca com os moradores, as arvores extremamente copadas facilitam e ajudam a tornar mais escuro o local.
Como é em frente a uma igreja, talvez os frequentadores da mesma estejam esperando que um milagre aconteça para dar uma guaribada no local, pois aí o número de peregrinos vai justificar a reforma.
Tudo aqui no Guará, principalmente obras públicas, são de difícil realização, ou seja, o povo continua esperando uma mudança de comportamento, chega de remendos e gambiarras.