segunda-feira, 9 de julho de 2018

PESADELOS REVELADORES

Lá na mesa do Porcão, o velho Caixa resolveu me contar esse caso que segundo ele aconteceu na rua que ele mora.
O garoto gritava e chorava durante a madrugada, o pai foi até o quarto ver o que estava acontecendo, o garoto muito assustado disse que estava sonhando que a tia favorita dele tinha morrido.



-Calma está tudo bem, foi apenas um pesadelo. No dia seguinte ficou sabendo que a tia Suzana tinha morrido, mas tinha sido apenas uma coincidência infeliz.
Uma semana depois, o homem entra no quarto e depara-se com o filho tendo outro pesadelo. Apavorado, o garoto disse que tinha sonhado que o avô dele tinha empacotado.
Depois de acalmar o garoto, voltou pra dormir. No dia seguinte, bem cedo, recebeu a notícia que seu velho pai havia morrido.
Depois de alguns dias, o garoto tem outro pesadelo, apesar de dizer ao filho que estava tudo bem, ficou meio apavorado, pois o moleque tinha sonhado que o pai dele tinha batido as botas. Mas o homem vai pra cama e não consegue dormir, fica com medo, pois o moleque tinha acertado as outras mortes. 
No dia seguinte ele está apavorado, tinha certeza que ele seria o próximo a morrer. 
Ele sai para o trabalho e dirige com o maior cuidado para evitar uma colisão. Ele não almoça de medo de sua comida estar envenenada. Ele evita todo o mundo com medo de ser assassinado. Ele tem um sobressalto a cada rua e a qualquer movimento suspeito ele se esconde apavorado.
Ao voltar para casa, ele encontra sua esposa e diz: 
- Meu Deus... Tive o pior dia de minha vida!!! 
E ela responde, toda chorosa: 
- Você acha que foi o pior que o meu? O carteiro morreu aqui na porta de casa hoje de manhã!?”