terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

PROPAGANDA ENGANOSA

Lá na mesa do Porcão o Caixa preta soltou uma pérola de deixar careca de cabelo em pé, explicando, porque banheiro aqui no Guará já começa a feder antes da inauguração. Ali na QI-11, em frente a um restaurante, tem um caixote com o pomposo nome de banheiro público, mas de público não tem nada.


O tal banheiro foi construído por uma empresa de propaganda a título de compensação, ficando apenas com o espaço para divulgação, mas o restante por conta da Administração.
Resultado da conversa, apenas a despesa é arcada pela Administração, sem que o público tenha acesso ao trambolho que lá está ocupando espaço, fedendo (pois a porta foi arrombada) e dando despesas aos cofres públicos sem nenhuma serventia.
Mas o que deixa o velho Caixa revoltado é o famoso “Penico de Ouro”, aquele mesmo que fica na área da Administração, tendo sido construído para uns chegados da Feira do Guará que já conta com banheiro interno. Gastaram à época a modesta quantia de 150 mil reais, o que daria pra construir uma casa com piscina.
Parece que já tem movimento para a reforma do trambolho, onde mais dinheiro público será jogado fora para beneficiar uns poucos, sempre na cara de pau. Claro que todas as despesas com manutenção e conservação são por conta da viúva. O lombo da população paga todo esse desperdício de dinheiro público.
O velho Caixa revoltado diz que esta grandiosa obra poderia ser incluída no roteiro turístico do DF, pois se é para virar piada que vire com pompas e circunstâncias, a única coisa que não dá pra evitar é a catinga dessa bandalheira.