segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

O ÚLTIMO DOS MOICANOS




Quando penso no fim do mundo sempre vejo um sinal que a data fatídica não está muito longe,digo isso pois dei de cara com o último “bastião” dos verdadeiros machos dentro de um salão de beleza ali na QI-07 fazendo a unha numa alegria de fazer inveja a noiva em véspera de casamento,pedindo para a manicure usar uma base bem clarinha,pensei em sair correndo do local pois pelo jeito o cabra ia longe,juro que ouvi algo como depilação. Continuei com minhas andanças,pensando em outra coisa...Meu Deus será que vamos ter que repetir todos aqueles pedidos feitos na Administração,para que seja enfim terminado o “Calçadão da Vergonha”,não é outro não,é o mesmo famigerado que a cada topada ou passo em falso,temos que amaldiçoar até a quinta geração desses aprendizes de feiticeiros que por aqui passaram deixando esse abacaxi,ainda não descascado e nem digerido pelos moradores usuários do tal calçadão.
Essa vergonha já vem se arrastando a um longo tempo sem que nada,ou qualquer providência tenha sido tomada pois o dinheiro público utilizado para tal,já deve ter sido pulverizado.
A Novacap para se penitenciar daquela ciclovia feita nas coxas,bem que poderia tentar se redimir junto à população terminando essa m**** digo“obra” que de longe sente-se o mau cheiro.