terça-feira, 29 de dezembro de 2015

CRIME AMBIENTAL

Parece que aquela área de transbordo dentro da área do Parque do Guará bem ao lado do Salão de Múltiplas Funções, próximo à estação do Metrô que tinha sido retirada de lá, depois de muita reclamação por parte da população, voltou com força total.



Levantando novamente o problema de saúde pública , o que para o Guará equivale a um desastre nuclear, sendo inclusive matéria de reportagem recente feita por um canal de Tv.
Pois os carroceiros apesar de reclamações mil, inclusive com reportagens na televisão contra aquelas famosas sobras de material de construção, pneus, sofás e outras inutilidades.
Parece que falta noção aos porcalhões que caprichosamente teimam em despejar por ali a grande quantidade de restos e lixo.
A população do Guará está apavorada com a quantidade de lixo jogado naquela área improvisada como transbordo, pois de uma vez estão cometendo dois crimes ao mesmo tempo: Contra a saúde pública e meio ambiente, pois fica na área de amortecimento de uma área de proteção ambiental, bem ao lado de um córrego no Parque Ezechias Heringer.
Precisa de uma ação enérgica por parte das autoridades responsáveis para que aquela coisa não se alastre de forma a comprometer seriamente o meio ambiente, que por sinal já está bastante comprometido aqui no Guará.
O velho Caixa naqueles seus acessos, está querendo convocar a ONU, a OTAN, a Força Nacional, flanelinhas, donas de casa e quem sabe até o “Dentinho” para resolver a parada.
O Caixa não está pra brincadeira !!