segunda-feira, 26 de setembro de 2016

VELHO CHICO

Estava observando o comportamento do nosso povo em relação aos sérios assuntos que precisam de muita atenção de nossa parte, enquanto temos um país,pois do contrários só nos restará juntar os cacos e chorar por outras mortes,que com certeza acontecerão.


Me refiro aqui a morte do ator durante um banho no “Velho Chico”,morte aliás que caiu do céu para políticos,aos safados investigados e ao governo de um modo geral,tanto o federal quanto o local,ninguém falava de outra coisa,problemas outros não existiam,apenas o cadáver do indigitado ator,que até depois de morto ajudou a levantar a audiência culminando com a patética entrevista no Fantástico da atriz que com ele contracenava.
Um verdadeiro circo onde dentro das diversas manifestações,lamentos,gestos compungidos(muitos falsos),palavras tiradas da internet,enfim tudo que pudesse dar um minuto de notoriedade aos que se prestaram a esse papel ridículo de coadjuvantes de uma vida da qual não faziam parte,uma lástima.
Mas enfim esse é o país que vivemos,onde nossa vida para até quando um artista leva chifre,se separa ou é pego em algo que só diz respeito ao próprio,esquecendo do desemprego,das filas em hospitais,da insegurança,do ensino que teima em não existir.

Chego então à triste conclusão que vivemos num país de tolos, a famosa “República de Bananas”.